Freguesia de Azambuja denuncia protocolo com a câmara….

27 Dezembro de 2011.

Pouco passava das 20:30 quando o presidente da assembleia Municipal de Azambuja, António Pratas Cardoso, leu uma comunicação da Junta de Freguesia de Azambuja em que esta denuncia e cancela o protocolo de competências em vigor, exigindo ao mesmo tempo que a câmara pague com urgência os mais de 30.000 euros que se encontram em atraso.

A declaração foi confirmada por António Amaral que em declaração ao Correio de Azambuja referiu que a denúncia tinha de ser feita ” porque em matérias como limpeza urbana e jardins, o trabalho a desenvolver pela junta é de extrema responsabilidade por se tratar de higiene urbana. Mais, todos sabemos que os tempos são de dificuldades mas, querer cortar com 40% da verba é demais. Cortem nas festas ou nas feiras mas na limpeza não.» E adianta: “Estou disponível para encontrar uma saída mas, nos termos actuais, a 1 de Janeiro a limpeza da Vila de Azambuja passará a ser feita pela câmara!”

Já Joaquim Ramos , presidente da edilidade pensa que se trata de algum “fogo de artifício” mas sempre vai avisando que os tempos são de contenção, quer os autarcas queiram ou não. Mesmo assim outroa dos presidentes de junta consideram que os cortes vão ser difíceis de gerir e consideram que a Freguedia de Azambuja “é uma caso àparte”

Esta assembleia foi ainda marcada pelo desmentido da presidência quanto à notícia posta a circular nalguns jornais e que apontavam para um despedimento de trabalhadores da câmara. Ramos desmentiu os 2 orgãos de comunicação dizendo que apenas referiu que serão extintos 5 postos de directores de serviço mas que os visados irão regressar aos seus postos de origem como o caso da câmara de lisboa ou mesmo de Azambuja de onde eram procedentes. Ou seja perdem o posto de direcção, mas não o posto de trabalho.

Finalmente, a Assembleia aprovou o orçamento para 2012 apenas com os votos favoráveis da maioria socilalista. Um orçamento que segundo a oposição “está empolado em vários milhões de euros do lado da receita, que não acreditam se venha a concretizar.” Finalmente também foi admitido pelo presidente que o Parque da Milhariça em Aveiras de Cima “muito dificilmente será concretizado nos próximos anos!”

(ver também : www.correioazambuja.blogspot.com

100 anos….é muito tempo!

É mesmo muito tempo, mas é verdade e passou depressa.

Chama-se Pedro dos Ramos e completa hoje 19 de Dezembro 100 anos. Ele é naturalmente o utente mais velho do Lar da Misericórdia de Azambuja.

Hoje foi dia de festa especial com direito a bolo e placa comemorativa do evento. Sem dúvida um bom exemplo dos cuidados prestados nesta IPSS de Azambuja.

Cerci Azambuja avança com obra de milhão e meio.

A Cerci Azambuja está a avançar com o seu novo edifício de 2 pisos na Quinta da Mina em Azambuja.
A obra orçada em 1 milhão e meio de euros tem apoio de fundo comunitários e terá uma participação própria de cerca de 300.000 euros. Estas novas instalações deverão estar concluidas em 2013 e deverão albergar 12 residentes e apoiar 250 utentes que procuram a instituição.
Caso os apoios falhem “a obra pára!” segundo afirmou recetemente Carlos Neto,director da instituição. A obra decorre num terreno cedido pela câmara localizado em frente às instalações actuais da ACISMA.