Este fim de semana há moda em Azambuja

EMILDA  na MODA
Este sábado, há Cocktail Moda no Atrium de Azambuja.
Emilda Vaz (na foto) vai apresentar a sua Prova de Aptidão Profissional na área de de Comunicação e Marketing . Emilda é aluna de 12º ano da Escola Secundária de Azambuja e tem paixão pela Moda.
O evento tem entrada livre e começa às 18:00. Conta com 6 manequins e o apoio da loja L3C.
Participe neste desfile de Moda. A não perder.
Apoio Ribatejo FM e Correio de Azambuja
www.ribatejofm.pt

Dia da Diabetes em Azambuja

DIABETES 2015 new
No âmbito da comemoração do dia mundial da diabetes e da parceria com a Unidade Funcional Coordenadora da Diabetes do Hospital V.F. de Xira, conjuntamente com a UCC de Azambuja ( Centro de Saúde de Azambuja), Desporto da CMA e Comissão Executiva da UTICA, vimos por este meio informar que irá realizar-se a comemoração do dia mundial da diabetes em Azambuja no dia 27 de novembro, 6ª feira, no auditório municipal do Páteo do Valverde às 10.30h , a entrada é livre.
Serão oradores, o presidente da câmara, Luís de Sousa, um representante da Unidade Funcional Coordenadora da Diabetes do Hospital V.F. de Xira, a enfermeira Carla Cunha e a Dra. Maria João Silva.

Quinta de Vale Fornos de luto

D. Graciete Monteiro
23 NOV 2015
Faleceu Graciete Monteiro, um dos pilares da Sociedade de Vinhos de Vale Fornos em Azambuja.

Graciete Monteiro, reconhecida pelo seu dinamismo empresarial, foi várias vezes notícia nos media locais, entre os quais o Correio de Azambuja.
Além dos vinhos de excelência, a proprietária da quinta, tinha lançado também uma unidade de enoturismo e dedicava-se há anos na divulgação do espaço e da possibilidade quase infinita de eventos que poderiam ali ser realizados.
Foram vários os prémios conquistados pela quinta, ao longo dos anos em que Graciete Monteiro esteve à frente dos destinos de Vale Fornos.

Azambuja ganha novo hospital em 2016

CENTRO SAUDE  40 camas
O antigo “hospital da vila”, mais tarde centro de saúde de Azambuja, vai completar no próximo mês de Dezembro, 9 anos, desde que foi desactivado com a inauguração em 2006, do actual centro de Saúde.
O edifício, propriedade da Santa Casa da Misericórdia, agora infelizmente votado ao abandono, nos últimos meses tem sido alvo de um autêntico saque.
Já houve sugestões para que fosse emparedado e alvo de vigilância mas, nada aconteceu e já foram encontradas pessoas a viver nas antigas instalações.
No passado dia 4 deste mês já tinhamos avançado com a notícia online, agora surgem os esclarecimentos.
Há 5 anos atrás, Manuel Cruz Ferreira, actual provedor, deu conta às autoridades que vários moradores dos prédios vizinhos tinham apelado à GNR, para a presença de ladrões e a força policial, chegou mesmo a identificar 3 indivíduos. Dessa diligência, nada mais se soube. Há 5 anos.
Quando da desactivação como centro de saúde, era intenção transformar o espaço em hospital de rectaguarda, só que o provedor de então, Armando Aparício, viu-se a braços com sucessivas alterações na legislação para esses equipamentos por parte dos governos.
Essas alterações resultaram em atrasos no objectivo.
Mas desde o início do ano que as coisas podem mudar. E a notícia é esta:
Neste momento, Manuel Cruz Ferreira, o actual provedor, tem a garantia de que ali vai nascer uma unidade de cuidados continuados com 40 camas, “numa parceria já devidamente confirmada pela Santa casa da misericórdia de Lisboa.. “Já enviámos todo processo necessário e acabamos de receber luz verde de Pedro Santana Lopes, para em breve assinarmos o protocolo para iniciarmos as obras que serão de requalificação do espaço.
Comprometemo-nos com a Misericórdia de Lisboa em guardar 10 camas permanentemente para essa instituição e as restantes 30, serão nossas”, disse o provedor em exclusivo ao Correio de Azambuja.
Digamos que o valor comparticipado pela Santa casa de Lisboa, vai proporcionar a recuperação de 2 terços do edifício e respectivo equipamento e o restante será alvo de uma candidatura ao Quadro Portugal 2020, onde pretendemos lançar fisioterapia, centro clínico e só não avançamos mais por incerteza quanto ao futuro do SNS, Serviço Nacional de Saúde,” disse o provedor.
Serão mais 40 camas garantidas.
para ler na edição impressa

Antigo centro de saúde vandalizado

IMG_20151102_090807
O antigo “hospital” de Azambuja está a ser alvo de vandalismo acelerado.
À vista de todos, o edifício já tem vidros e janelas partidos e as garagens foram arrombadas e saqueadas.
A Santa casa da misericórdia, tenciona no local, erguer um hospital de retaguarda, mas enquanto isso não acontece, a degradação acelerou.
Na próxima edição do Correio de Azambuja, vamos abordar o assunto, de um edifício que sendo icónico, está encerrado desde 2009.
*CA 2015