Grupo Desportivo Azambuja assaltado

Comunicado

Hoje pela calada da noite, fomos visitados pelos amigos do alheio. Pena é, que não nos tivessem visitado, para aproveitarem as condições existentes no nosso pavilhão para a prática desportiva(apesar do horário) mas antes, para testarem os seus dotes e habilidades de intrusão numa propriedade, que para além de ser do GDA e dos seus associados é um bem para todos.
Resultado da visita, elevados prejuizos nas instalações do clube.
O tempo é de crise para todos , e de desespero para muitos no entanto, nada justifica este tipo de actuação. Todos ficamos mais pobres. Não foi certamente á procura de alimentos que violaram e danificaram as nossas instalações.
Mas de uma coisa podem ficar cientes, NÃO DESISTIREMOS ! Vamos continuar a honrar os designios para o qual o GDA foi fundado há mais de 60 anos de actividade ininterrupta – Promover e desenvolver a prática desportiva junto da população, e dos jovens em particular, contribindo para a sua formação desportiva, civica e humana. Talvez como poucos, pelo trabalho desenvolvido, possamos compreender este tipo de atitudes, mas jamais as aceitaremos. É preciso por isso, que cada um assuma as suas responsabilidades, e se reforçe  o trabalho junto dos mais jovens, e se invista cada vez mais  na sua educação e formação, em parceria com as entidades que por força da lei ou incumbências nos devem apoiar mais e melhor. Estaremos por isso, sempre disponiveis para trabalhar com todas as pessoas, independentemente dos precalços ou agressões que possamos vir a ser vitimas acreditando que ” O DESPORTO É UMA ESCOLA DE VIRTUDES “, E QUE TODOS PODEMOS CONTRIBUIR PARA UM MUNDO MELHOR.
Este é um comunicado emitido pela direção do GDA de Azambuja

Correio de Azambuja 2012

GNR é assaltado, agredido mas consegue deter ladrões

30 Dezembro 2011

Na passada 6ª feira, em Azambuja, 2 assaltantes oriundos de Lisboa introduziram-se numa residência do Bairro da Ónia um dos bairros mais tranquilos da vila. No entanto foram surpreendidos pelo proprietário , um militar da GNR que regressava a casa acompanhado da mulher depois uma visita ao supermercado.

O militar ainda foi agredido pelos assaltantes que se puseram em fuga, mas o agredido mesmo ferido,   ainda conseguiu avisar os colegas do posto local que vieram a deter os assaltantes na estação da CP de Azambuja.  Foram detidos de imediato e tratam-se de 2 irmãos residentes na capital e  já referenciados por este tipo de actuação. Foram-lhes aplicadas penas de identidade e residência e aguardam o julgamento em liberdade .