Azambuja faz petição

Estrada que mata.
Estrada que mata.

Basta de mortes na Estrada Nacional 3. Por isso um grupo de cidadãos junta-se e apela à sua solidariedade.
“Há anos que a Administração Central, quer através do Governo quer dos seus organismos, nomeadamente o Instituto das Estradas de Portugal, vem assumindo o compromisso de intervir na Estrada Nacional 3, no troço entre em Azambuja e o nó de entroncamento na A1, no Carregado.
Ao longo deste troço de estrada instalou-se uma das maiores plataformas logísticas na área do abastecimento. Tornou-se numa das estradas de maior movimento e sinistralidade no País. Entre 2000 e 2015, verificaram-se, só na área do Município de Azambuja, 457 acidentes de que resultaram 30 mortos, 67 feridos graves e 533 feridos ligeiros. Tudo isto sem qualquer intervenção por parte da Administração Central. É tempo de agirmos.

Pode subscrever esta Petição Pública aqui

Centro escolar de Alcoentre, um agradecimento

centro-escolar-alcoentre

O AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DO ALTO DA AZAMBUJA, foi alvo recentemente de um agradecimento muito especial que o Correio de Azambuja aqui transcreve:
“Agradecimento ao Centro Escolar de Alcoentre, ao seu Diretor ProL António Dias e Adjunta Prof. Alice Narciso
Como avó e encarregada de educação de um aluno que frequenta o Centro Escolar de
Alcoentre, portador de Síndrome de Asperger, venho expressar a minha gratidão pela forma
dedicada e profissional com que os educadores e assistentes operacionais têm sabido lidar
com as suas dificuldades e diferenças. O meu neto foi recebido no Centro Escolar de Alcoentre por todos, de braços abertos.
Escrevo estas letras emocionada, pela forma carinhosa como todos o receberam e sinto que
dificilmente o meu educando seria melhor recebido noutro lugar.
Agradeço também aos pais/encarregados de educação e aos meninos, seus colegas, pela
forma carinhosa como o receberam.
O meu carinho especial vai para a equipa pedagógica que trabalha diariamente com o meu
neto; educadora Paula Major, educadora Elizabete Oliveira (Equipa ELI) e auxiliar Sónia Abreu, que formam uma equipa fantástica e em muito têm contribuído para o desenvolvimento do
meu netinho.
A todos os meus agradecimentos!
Alcoentre, 27 de outubro de 2016
Maria Rosa Marques Ferreira”

Um bom exemplo.logo-aveca

Ambulância de Azambuja, sofre acidente na A1

ambulancia
Há uma ambulância de Azambuja envolvida num acidente na Auto estrada do norte A1, ao Km- 50,3, sentido Aveiras – Torres Novas.
A viatura, capotou na via mais à esquerda e mantém-se imobilizada conjuntamente com outras 3 viaturas.
O piso escorregadio, parece estar na origem deste acidente. Ainda se desconhece se há feridos.
O Correio de Azambuja, está a acompanhar a situa em permanência no Facebook.

Pode conferir aqui

De quem é o jardim?

O novo espaço no jardim urbano de Azambuja, parece uma novela.
Definitivamente a câmara e a junta de freguesia de Azambuja não se entendem quanto à responsabilidade pelo equipamento inaugurado no final do Verão.
Agora, conforme mostra a nossa fotografia, não há entidade responsável e em caso de acidente, tudo se vai complicar.
Entre pareceres jurídicos e declarações de intenção, o impasse mantém-se e há quem sustente que o melhor para os miúdos brincarem, é FECHAR, até que os “graúdos” se entendam.
Jardim polémico

67 alunos terminam secundário com êxito

diplomas-2016
Azambuja, 17 de Nov 2016
Há 64 alunos de a escola Secundária de Azambuja que terminaram o ensino secundário e ontem, foi o dia de entregar os respectivos diplomas.
Embora a grande maioria estivesse ausente (por se encontrar já a frequentar cursos superiores, foram alguns alunos e outros tantos pais e encarregados de educação que se juntaram a Madalena Tavares- directora do Agrupamento de escola de Azambuja,Silvino Lúcio, vice-presidente do município, e às docentes Fernanda Silva , Raquel Pires e Túlia Oliveira, para esta homenagem.
Houve ainda um excelente momento musical de flauta da aluna Marta.
Silvino Lúcio, salientou a prioridade que a câmara estabeleceu para a Educação. E salientou os bons resultados obtidos pelas escolas, quer nos 67 alunos agora formados, quer a todos aqueles, professores e funcionários que tão bem colaboram no dia a dia da comunidade escolar
Madalena Tavares, agradeceu aos jovens e familiares empenhados no sucesso desta etapa da educação, todo o esforço que mantiveram ao longo do percurso que agora terminou.
A sessão teve uma componente social agradável com a distribuição de algumas bebidas especialmente preparadas pelos alunos do curso de restaurante/bar.
exclusivo Correio de Azambuja 2016